segunda-feira, fevereiro 18, 2008

Para o ZMD e os Samurais de Cristo

Espero que o Código do Bushido seja apenas uma referência intelecto-finória. Um cristão está impedido de cometer seppuku...


Powered by Castpost

Com versos de Diogo Pacheco do Amorim (conheces os filhos, certamente) e música do Zé Campos e Sousa.

Mas acima de tudo

Mesmo na noite mais triste
em tempo de servidão
há sempre alguém que resiste
há sempre alguém que diz Não.




Powered by Castpost

2 comentários:

ZMD disse...

Conheço filhos de ambos e até postei a letra da música hás uns tempos (uns dos meus companheiros de blog é sobrinho do Diogo Pacheco de Amorim), mas nunca tinha ouvido a música própriamente dito.

O nome do nosso blog deve-se a um artigo de há três anos sobre o movimento onde explicavam que eramos conhecidos em Itália como os Samurais de Cristo, os Lacaios de Woityla e Estalinistas de Deus.

Muito obrigado pelo post!

BGC disse...

Obrigado pelo seu post.

Já tinha ouvido a música. Infelizmente não tinha uma gravação para poder tornar a ouvi-la. Os versos, de facto, são belíssimos.

Cumprimentos,

de um samurai felizmente impedido de fazer seppuku (ou simplesmente Bernardo).