quarta-feira, maio 17, 2006

Bibó o General sem medo!

Embora tenha decidido remeter-me a um saudável período de reflexão e abstinência bloguística, um incontrolável imperativo de consciência obrigou-me a contribuir para as comemorações desse humilde e abnegado democrata que dá pelo nome de Humberto da Silva Delgado, prolixo autor e artista de mérito. A salientar de entre as suas mais conseguidas obras "Da pulhice do Homo Sapiens" e o "Manual da Legião Portuguesa". Contribuindo para a sua tão celebrada biografia, permito-me anexar algumas fotos retiradas da Revista Defesa Nacional. Só tenho pena de não poder acrescentar nenhuma memória vídeo da sonora bofetada que o Cap. Henrique Galvão lhe pespegou a bordo do Santa Maria...






Seria interessante que o seu antigo ajudante de campo, o Coronel Tamagnini escrevesse as suas memórias. A descrição da birra que o sujeito fez quando as autoridades lhe manifestaram a impossibilidade de atribuir o seu nome ao Campo de Aviação das Lages é de chorar a rir. E a recusa em receber a salva de prata com que as forças vivas da Terceira o pretenderam homenagear ? Só depois de lhe tomar o peso é que se decidiu a aceitá-la... Vaidoso, ambicioso e troca tintas este general sem medo...

1 comentário:

Euro-Ultramarino disse...

Caro Engenheiro,

Excelente este post sobre o general sem medo. E ainda querem fazê-lo "militante anti-fascista"!
Em Washington DC, a meados dos '50, Delgado já andava pelos jantares diplomáticos a dizer mal de Portugal. Mas para a abrilada um "herói" como este está para lá de bom. Retrato chapado da "pulhice do homo sapiens".

Um abraço.